hello december

Escrito por: Gislei GISLEI BRASIL, GISLEI, Gislei, G I S L E I, g i s l e i, G i s l e i terça-feira, 6 de dezembro de 2016 ,
separtitlesepartitlesepartitlesepartitlesepartitlesepartitle

Geralmente este post é uma tradição aqui no blog, desde 2012 eu sempre faço um post de boas vindas a dezembro, esse mês gostoso de viver, o meu mês, ué. Esse mês eu demorei um pouquito a mais para postar aqui mas o importante é que demorou mais o post chegou. Final de semestre, viagem de volta para o interior e uma parcela de desculpas que não justificam mas ok.

Este ano passou muito rápido, parece que o carnaval foi semana passada, o são joão ontem e hoje já é dezembro muito rápido mesmo. Dezembro sempre trás um ar festivo, de comemoração, de férias, de liberdade, enfim de paz.

Sou da teoria que nós precisamos reacender a esperança sempre. Porque ligamos a tv e o jornal no primeiro dia do ano e já vê desabamento. E já vê enchente. E já vê roubo, corrupção, assassinato, tragédia, acidente. A gente passa mais de 300 dias por ano lembrando como o homem pode ser ruim, como ainda há preconceito em pleno ano de 2013, como a mulher ainda encara machismo 24 horas por dia.

De janeiro a novembro, minha esperança vai morrendo pouco a pouco. Vai sendo esmagada pela rotina, esmurrada pelas notícias, espancada por comentários horríveis na internet. O mundo vai fazendo de tudo para eu deixar de acreditar que ainda tem jeito. Que ainda dá para melhorar, que tem sempre um caminho, uma luz minúscula no fim do túnel.

Sim, eu amo dezembro. E as luzinhas de Natal. E as festas de família. E as cartinhas das crianças, os pedidos, os presentes, a onda de solidariedade, o discurso de “vamos ajudar ao próximo”. Porque, se esse é mesmo apenas mais um mês de puro consumo, como vivem dizendo por aí, minha maior compra é sempre a esperança. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário