sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Decifrando olhares


Nem sempre as pessoas dizem o que realmente estão pensando. Mas, com atenção, é possível interpretar o que elas sentem por meio dos olhares. "O olhar é um ótimo indicador das emoções", afirma o filósofo e especialista em linguagem corporal Ronaldo Antonio Cavalli, que ministra cursos na área. Para saber os significados de cada tipo de olhar, consegui conversar também com o psicólogo e mestre em cognição e linguagem João Oliveira, autor de "Saiba Quem Está à sua Frente" e o especialista em linguagem corporal Paulo Sergio de Camargo, autor de "Linguagem Corporal: Técnicas para Aprimorar Relacionamentos Pessoais e Profissionais". Veja, a seguir, o que cada tipo de olhar realmente quer dizer.

1. OLHAR PARA CIMA, À ESQUERDA
Se a pessoa é destra, esse olhar significa que ela está tentando resgatar lembranças visuais na memória. Segundo o especialista em cognição e linguagem João Oliveira, esse é um olhar muito comum em pessoas que têm memória visual aguçada. "Esse tipo de olhar é diretamente associado a quem está relatando um fato verídico". Se a pessoa for canhota, vale o oposto.

2. OLHAR PARA CIMA, À DIREITA
Se a pessoa é destra, esse olhar significa que ela está trabalhando com a imaginação. Ou seja, é possível que esteja formulando uma mentira ou pensando em algo que exija criatividade. "Ela pode estar imaginando uma cena que não presenciou realmente, mas dentro de um fato realmente presenciado, por exemplo", afirma o especialista em linguagem corporal João Oliveira. Se a pessoa for canhota, vale o oposto.

3. OLHAR PARA BAIXO, À DIREITA
Esse movimento revela que a pessoa está tentando recordar sentimentos associados ao que ela está dizendo. Algumas pessoas têm uma relação muito forte com o corpo e relacionam, na memória, fatos com sensações obtidas na ocasião. O movimento também pode estar associado à tristeza ou vergonha. Se a pessoa for canhota, vale o oposto.

4. OLHAR PARA BAIXO, À ESQUERDA
Esse movimento acontece quando a pessoa está em meio a um diálogo interior. "É um movimento associado a falar a verdade. Também pode estar relacionado à tristeza, vergonha ou até mesmo medo". Se a pessoa for canhota, vale o oposto.

5. OLHAR PARA O LADO ESQUERDO
Nos destros, esse olhar tende a ser uma tentativa de recordar sons antes de dizer algo. Segundo o mestre em cognição e linguagem João Oliveira, esse tipo de olhar está associado a dizer a verdade. Se a pessoa for canhota, vale o oposto.

6. OLHAR PARA O LADO DIREITO
Esse olhar pode significar que a pessoa está criando uma fala, elaborando o que vai dizer usando a criatividade. Ou seja, pode estar começando a mentir. Se a pessoa for canhota, vale o oposto.

7. OLHAR PARA BAIXO
Esse tipo de olhar é muito relacionado à tristeza, vergonha, ao medo ou à reflexão, tanto para pessoas destras quanto para as canhotas. Também pode significar submissão, modéstia ou aceitação. Quando você está conversando com uma pessoa e ela olha para baixo, ela está falando consigo mesma. "Se perceber isso, pare de falar e espere a pessoa voltar, porque ela não está prestando atenção ao que você está dizendo". Nessa situação, pode ser que ela não concorde com o que você disse ou que suas palavras tenham feito com que ela se lembrasse de alguma sensação do passado.

8. OLHAR PARA CIMA
Quando alguém olha para cima, pode estar tentando fugir de um conflito. "O olhar também pode significar que a pessoa está fazendo pouco caso de quem está à sua frente. Verifique o movimento dos lábios nesse momento, pode aparecer um meio sorriso". Segundo ele, outra possibilidade é de que a pessoa esteja tentando se lembrar de algo com dificuldade.

9. OLHAR FIXO (Adoro! )
Esse tipo de olhar pode ter diversos significados, dependendo de cada contexto. Uma pessoa com raiva irá olhar fixamente de frente para quem ela considera ser seu possível agressor. Ela também pode olhar fixamente em momentos de tensão e preocupação. Além disso, olhar assim para alguém também pode ser uma demonstração de interesse (muito interesse hahaha).

10. NÃO FIXAR O OLHAR
é uma tentativa de fuga para a maioria das pessoas e uma ação fortemente associada à mentira ou a um desinteresse pela conversa. De acordo com Ronaldo Antonio Cavalli, não fixar o olhar pode ser sinal de falta de honestidade ou de que a pessoa se sente pouco à vontade com o interlocutor. Se, ao fazer isso, a pessoa olhar para os lados, significa que ela se sente insegura ou com medo.

11. COÇAR OS OLHOS
segundo o psicólogo e mestre em cognição e linguagem João Oliveira, coçar os olhos quando alguém está falando pode ser sinal de que a pessoa está mentindo. Pode ser também que a pessoa não deseja ouvir o que está sendo dito.

12. CERRAR OS OLHOS e.e
o movimento é muito associado à raiva, principalmente quando o músculo entre as sobrancelhas se encolhe, segundo João Oliveira. De acordo com Ronaldo Cavalli, pode significar também tristeza e angústia ...

13. ARREGALAR OS OLHOS
segundo o psicólogo João Oliveira, esse olhar pode significar espanto, surpresa ou medo. Para saber diferenciar qual das emoções é mais coerente, é preciso observar a tensão envolvida no movimento dos músculos da face. "Se os músculos estiverem tensos, significa medo. Se estiverem mais relaxados, espanto, surpresa", diz.

14. LEVANTAR AS DUAS SOBRANCELHAS
para o psicólogo João Oliveira, se esse movimento ocorrer enquanto não houver diálogo, ele está ligado à surpresa, ao espanto ou êxtase momentâneo. Já se algo está sendo dito e o movimento pontua o final de alguma informação, pode ser que a pessoa esteja mentindo. "Lembre-se de que a pessoa pode estar emocionada ou nervosa por outra situação e, por isso, não é necessariamente uma comprovação da mentira", afirma ele.

15. LEVANTAR APENAS UMA SOBRANCELHA
segundo o especialista em linguagem corporal João Oliveira, quando o movimento se dá do lado direito do rosto (nos destros), está ocorrendo uma análise da situação que está acontecendo. "Pode ser dúvida, questionamento ou contrariedade ao conteúdo que está sendo ouvido", afirma. Já quando.

16. FRANZIR AS DUAS SOBRANCELHAS
sobrancelhas franzidas costuma ser sinal de medo ou, mais frequentemente, raiva. "Uma provocação pode fazer com que este movimento apareça de forma rápida, o que significa que a pessoa está reagindo com antagonismo ao que está sendo dito", afirma. "Quando o músculo entre as sobrancelhas se junta, a cabeça também pende para frente e todo o corpo pode acompanhar este movimento, dando um sinal claro de que a raiva começa a se instalar nesta pessoa", diz João Oliveira.

UOL | Adaptação Gislei, setembro 2014 ®

Nenhum comentário

Postar um comentário

© gislei
Maira Gall