eu, o blog e as mudanças.

16 de julho de 2018


Incontáveis foram as vezes que o blog vinha em meu pensamento nesses últimos dias e meses, muitas das vezes eu tinha idéias e pensamentos sobre projetos e até mesmo coisas aleatórias do dia para vir aqui compartilhar mas eu sou um desastre quando estou sob algum tipo de pressão. Existem alguns posts em rascunhos que um dia ainda vão emergir aqui, no mais por momento somente essas palavras de mudança e alguns retoques no layout.
Nos últimos quatro meses, muita coisa aconteceu. Fui convidado a ser diretor de eventos da atlética de enfermagem da minha universidade, o que era um dos meus objetivos. consegui um emprego na gigante Sephora, e já sai dele também. o final de semestre mais longo até o momento, e muitos atritos interpessoais e filosóficos procurando um espaço para fluir.

Entretanto com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo o blog foi ficando paradinho por um tempo, estacionou em uma vaga de quase esquecimento no webmundo e ficou um tempinho na reserva. Mas sempre me atiçava em um pensamento ou outro, até que depois de sacudir a poeira, organizar o que faltava e aproveitar o restante das férias da universidade resolvi da um pouco mais de atenção a este espaço que mais se compara a um djavã que qualquer outra coisa que eu tinha imaginado pra ele. Tadinho me acompanha a quase dez anos não é justo abandonar ele assim.

Nos últimos anos as coisas mudaram, a blogosfera mudou também. Sou péssimo em contas mas imagino que cerca de 60% dos antigos blogs migraram para o youtube e agora são canais que trocaram a escrita por algo mais mastigado, outros 30% desapareceram, talvez de desgosto com a tal mudança no web mundo e seus novos residentes, o que restam são 10% de blogs com a essência de blog mesmo, sem muita preocupação com toda estética exigida nos blogs atuais, e que só queiram de fato compartilhar suas idéias e pensamentos. Ainda assim desses últimos 10% talvez nem a metade se mantenha fluida como antes. Uma lástima.

Mudanças assustam mas as vezes são necessárias, imagino que eu não seja mais aquele adolescente de 2010 que criou um blog chamado quase meia noite que mais tarde se transformaria nesse diário que você está lendo, o blog mudou e eu também, entretanto, continuo aqui firme e forte para contar minhas histórias e dividir pensamentos que acredito.

Haaaa, eu ando utilizando outras redes também, olha só: instagram, facebook e twitter.
Obrigado a todxs que não desistiram de ler minhas histórias, e se você leu tudo até aqui, te espero até a próxima, seja ela aqui no meu blog, ou no seu caso você tenha um, nos vemos jájá. xoxo

Nenhum comentário

Postar um comentário