segunda-feira, 13 de novembro de 2017

tempo ao tempo.


Talvez seja este um dos posts mais difíceis, afinal, são tantas coisas que não foram ditas, e tantos sentimentos misturados que é muito difícil e complexo externar apenas em palavras.
Tudo começou naquele aplicativo, não tinha expectativa de encontrar alguém que se mostrasse tão importante para mim em um aplicativo de encontros casuais, mas você me provou o contrário. Hoje estou um pouco mais forte do que a ultima vez que nos despedimos e eu acreditava que era o fim, mas afinal o que é o fim? isso eu ainda não sei. Demostrou tanto interesse em me conhecer, em me sentir, em compartilhar comigo o meu mundo e o seu mundo, em criar histórias, mas foi só um conto, entretanto um conto intenso o suficiente para eu me recordar por toda a vida.

Até então, todos os fins, que passou por minha vida, não me trouxeram preocupações, sempre me reerguia e ficava mais forte, mas ao te conhecer nessas poucas semanas de conversas, me sentia cada vez mais machucado, não por você ter me machucado, mas pelo que os outros fizeram com  você. Eu acho que o que me fez mais se importar com você foi o que você chama de vida complicada, mas todos nós enfrentamos algum tipo de problema ou infortúnio na vida, mas quando eu te via sozinho, com bons amigos claro, mas no final sempre tomando decisões sozinho, pondo em risco tua saúde, eu me dilacerava por dentro, e questionava aos deuses em silencio, o porque eu na o te conheci antes, porque eu não tive a oportunidade de cuidar de você, de tentar ser seu amigo, de te dar conselhos ou um ombro pra se apoiar nos teus momentos difíceis. A como eu queria tanto ter estado contigo nos teus momentos mais difíceis para te dar uma força, um apoio, um abrigo e deixar o mundo se acabar lá fora. Quando pesquisei sobre o problema que tinha me contado com "a cirurgia plastica" e como te enganaram, vi um vídeo que me estremeceu, vi como era feito o procedimento, como era algo desumano, e me quebrei por completo, queria estar com você naquele momento e segurar sua mão, ou então te convencer a não fazer aquilo. Na verdade queria estar mais presente em tua vida para de alguma forma te aconselhar e te fazer seguro, mas não foi possível, você não tinha confiança o suficiente em mim. Então eu estava sozinho no jogo, tivemos um ultimo encontro, como amigos, amigos que se gostam e se respeitam, dormimos juntos, fomos a padaria como de costume, mas dessa vez as mensagens em seu celular tomaram o espaço das nossas conversas, eu entendi o que se passava, me deixou no ponto para casa, foi diferente que da ultima vez, estava tranquilo, estou tranquilo. Continuo preocupado, deve ser porque eu me importo, e vou continuar me importando. Espero que apesar de tudo, possa contar comigo para qualquer coisa, estarei onde sempre estive.

Eu acreditava que amor só existe um, que amores duravam uma vida toda e eram compostos de muito tempo e convivência, hoje eu aprendi que não é bem assim. Eu tenho muito amor, pelas pessoas que foram importante pra mim. Eu te amei, e ainda amo. É estranho, mas é verdade, é sincero, talvez ao decorrer do tempo esse amor possa se transformar em um amor fraternal ou algo do tipo, mas amores são marcantes, e você foi, e continuara sempre nas minhas boas lembranças. Você tentava mascarar algumas coisas, mas sempre fui atento a sinais e isso não importava pra mim, nem importa, você importa pra mim e isso é o que vale. Não vou estar presente em aplicativos de encontros por tão cedo, Também não vou me abrigar no primeiro abraço, nem me entregar ao primeiro beijo que me aparecer. Isso nunca foi meu perfil. Irei dá um tempo ao tempo, e deixar as coisas acontecerem.

Algumas pessoas tem a ideia de que se acabou é porque não deu certo, eu discordo. Nós demos certo sim! Podemos não ter dado certo a vida inteira; porém, se durou um ano, cinco, ou apenas algumas semanas como foi o nosso caso e os interessados foram felizes enquanto isso, deu certo. Apenas por algum tempo, maior ou menor, mas deu.
Vamos respeitar os nossos sentimentos mais profundos e reconhecer que as coisas terminam - até mesmo as que foram tão fortes.

Eu achava que, aos poucos, a gente morria de amor, depois do fim, depois da despedida, mas não, ninguém morre. Dói muito e a angústia chega a apertar o peito; você chora baixinho pra ninguém ouvir antes de dormir e a saudade invade de um jeito avassalador. Quantas vezes eu quis saber como você estava sem mim, se encontrou outro alguém ou se ainda pensava em nós. Mas todas as dores, as feridas, as noites em claro, a angústia que se fazia presente em meu peito, a dor que persistia em ficar, tudo tem passado, a tempestade está passando e deixando-me ainda mais forte. Depois do fim, é difícil recomeçar e como dói lembrar do que passamos e imaginei pra nós.

Então, eu lhe desejo abraços calorosos, sorrisos que fazem a gente ganhar o dia, um cafuné num domingo à tarde, abraços de moletom no inverno, mensagens de bom dia, chamadas de vídeo com sorrisos e declarações, e risadas que fazem doer a barriga. Seja feliz, porque eu também vou ser. Mantenha a sua fé, sua coragem e sua ousadia de viver, porque eu também vou manter a minha alegria, minha paz e meu sorriso encantador. Quero me encantar de novo com a vida, quero continuar me descobrindo, sei que, para pessoas como eu e você, sempre há coisas boas reservadas. E não pense que “não demos certo”, nós demos sim, e muito certo, por um tempo. E agora, outras coisas, pessoas e momentos vão aparecer em nossa vida e vai dar certo novamente, de uma forma diferente, mais intensa talvez ou mais devagarinho; mas vai, acredite.

Talvez a gente se esbarre por aí novamente, com o coração mais feliz e maduro, talvez a gente sinta falta e, depois de tantos encontros e reencontros, decida pousar no mesmo lugar. Aprendendo a aceitar aquilo que não soubemos aceitar, amando aquilo que não conseguimos amar, descobrindo aquilo que tentamos esconder e resolvendo tudo aquilo que deixamos para depois. Talvez a gente se esbarre novamente com o coração mais calmo e decidido a lutar, a ficar, mas, por hoje, é melhor alçarmos voo. Só me prometa uma coisa, mantenha sempre esse lindo sorriso, fique bem e se cuide! Conte sempre comigo. :)

Nenhum comentário

Postar um comentário

© gislei
Maira Gall