segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Paraíso Obscuro

Meus amigos me dizem que eu deveria seguir em frente, estou deitado próximo ao mar escutando a canção que cantava para mim, promessas de navegar nas águas de meu mar, foi assim que você cantou. Talvez você nem se lembre, sempre teve memoria curta e seletiva. Amar você não pode estar errado, mesmo sabendo que você não está aqui, não seguirei em frente. É assim que nós tocamos, e não há remédio para as lembranças, seu rosto é como uma melodia, que não sai da minha cabeça.
Sua alma está me assombrando, e me dizendo que está tudo bem, mas eu queria estar morto. Pela primeira vez, estou com medo. Toda vez que eu fecho meus olhos é como um paraíso obscuro, ninguém se compara a você, mas não há mais você, exceto em meus sonhos.
Temo que você não esteja esperando do outro lado, os meus amigos me perguntam o que me mantem forte, então digo-lhes que quando se encontra o amor, ele vive. é por isso que estou aqui.

No mais, não existe mais você, só em meus sonhos, e eu não quero acordar esta noite. Não há alivio, sempre vejo você em meus sonhos, e todos continuam me apressando, mas eu posso sentir você me tocar, e não há libertação, eu sinto você em meus sonhos, dizendo que esta tudo bem, mas você não está mais aqui, então me aprisiono nesse paraíso obscuro.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© gislei
Maira Gall