Ser lúcido em um mundo de zumbis

Escrito por: Gislei GISLEI BRASIL, GISLEI, Gislei, G I S L E I, g i s l e i, G i s l e i sexta-feira, 1 de maio de 2015 ,
separtitlesepartitlesepartitlesepartitlesepartitlesepartitle

A maior parte das pessoas não tem a menor ideia sobre o que as movem e muito menos sobre o que as impulsionam a serem como são. A identidade da grande massa se resume ao resultado de suas ações impensadas e que muitas vezes funcionam por mandatos de outros, mesmo que não se saiba. Reagem ao ambiente e aos seus "próprios" desejos sem sequer pensarem a respeito e sem filtro algum. Muito poucos suspeitam de que algo obscuro pode estar os impulsionando em relação às suas ações e menos pessoas ainda, quando tem algum grau de consciência, saem em busca de autoconhecimento a fim de poderem alcançar mais autonomia sobre si mesmas. 

Os mais lúcidos devem tomar cuidado redobrado ao perceberem intenções subliminares nas ações dos menos lúcidos. Muitas vezes atitudes aparentemente sem maldade, em pouquíssimo tempo podem se revelar em situações desastrosas e de estrema crueldade, sejam elas veladas ou não. Infelizmente, grande parte dos seres humanos ainda está distante da palavra que os nomeiam como tal: ser humano. Mas o que fazer quando este tipo de realidade hipnótica ameaça colocar-nos novamente em sono profundo?

A nossa essência vem se desenvolvendo ao longo de muitas jornadas. Com isso, sempre acontecerão ajustes em nossas relações, com as pessoas que amamos, nas relações interpessoais e com tudo o que existe. A finalidade é aprendermos a sermos melhores como seres humanos, quando o caminho escolhido é o da luz. Nada, porém, substitui a ação. A fonte de qualquer ação está na intenção. O conhecimento advindo pela experimentação, retroalimenta os dois itens primeiros.
A autocapacitação, portanto, torna-se um processo que não tem fim, numa espiral ascendente de evolução.

Estamos acostumados a nos boicotar, somos ausentes de nós mesmos, estamos de corpo presente nas situações apenas aparentemente, quando na verdade as nossas mentes dormem...

Quem tem luz própria onde quer que possa estar, até mesmo se estiver nos bastidores, sempre aparece e irradia energia solar, ilumina quem está à sua volta e sabe que a sua fonte é inesgotável. Como característica essencial oferece o que tem de melhor e muitas vezes incomoda os que estão apenas na sombra, ou seja, sem consciência. Ative a sua luz solar. Você pode. Seus medos são os únicos impedidores que, de verdade, desviam-no do seu sagrado caminho. Saia da sua zona de conforto e confie na sua percepção, ela faz parte do seu sistema de sobrevivência e está aí para lhe proteger. Use e abuse desta bênção e o principal: nunca se deixe para depois. Honre-se.

Às vezes se desafiar e desafiar uma pessoa para fazer o seu melhor é a coisa mais amável e compassiva que você pode fazer.
Ame-se acima de tudo e confie em si mesmo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário